NÃO PERCA SUA HORA!

sexta-feira, 31 de maio de 2013

LISTA DE ORDENADOS DA CEMADERN


No dia 24 do corrente mês, a CEMADERN (Convenção de Ministros da Assembleia de Deus no Rio Grande do Norte) ordenou 119 obreiros ao Santo Ministério. E nós do blog Potiguares Evangélicos, recebemos com exclusividade a lista dos ordenados. Logo abaixo segue a lista.



LISTA DE ORDENADOS DA CEMADERN




























sexta-feira, 10 de maio de 2013

POSSE NA AD MALHADA VERMELHA

Obedecendo o chamado da Diretoria da IEADERN, na próxima segunda (13), assumiremos os destinos da Assembleia de Deus em Malhada Vermelha, campo de Santa Cruz, supervisionada pelo ilustre Pastor Manoel Xavier dos Santos. O distrito de Malhada Vermelha fica localizado às margens da BR-226, bem próximo à cidade de Campo Redondo na Região do Trairí. A posse em questão se dará às 19h, e contará com a presença de obreiros de todo o estado. 

Venha nos prestigiar e celebrar a Deus por mais esta vitória em nossas vidas.


SÉRIE: HERÓIS DA FÉ

Queridos leitores, em face a inúmeros pedidos de exposição de nosso material, decidimos então, postar nosso material sobre os "Heróis da Fé". De certo, a nossa real intenção, não é mais do que, expressar aos nossos leitores uma leitura edificante e que oportunize conhecimento sobre pessoas que doaram sua vida e tempo à obra de Deus. Neste primeiro momento, falaremos sobre um homem que revolucionou sua época, John Wesley. Logo mais abaixo, traremos uma pequena narrativa sobre este homem de Deus.


John Wesley
1703-1791

SUMÁRIO
John Wesley pregava sobre fé e amor numa sociedade que freqüentemente se fiava em Deus. Milhões ouviram-no pregar e milhares responderam com fé, o que resultou em centenas de pequenos grupos de comunhão através da Inglaterra, e, eventualmente, num novo movimento - o Metodismo - que continua até hoje.
APARECIMENTO
Nascido em Epworth, Lincolnshire, Inglaterra, João Wesley foi o quinto filho de Susanna e Samuel Wesley, o segundo que sobreviveu. Samuel foi um precursor do Não-conformismo e pároco em Epworth, que, com Susanna, criou seus filhos num ambiente de piedade e disciplina puritana. O dramático salvamento de John, aos cinco anos, de um incêndio que destruiu a paróquia de seu pai deu-lhe motivo para que se referisse a si próprio mais tarde como "um tição apanhado no fogo".
Wesley foi educado na Escola Charterhouse, em Londres, e na Christ Church, em Oxford. Foi eleito membro do Lincoln College, Oxford em 1726, e recebeu seu título de Mestre em Artes em 1727. O curto período como assistente do pai como pároco em Wroote (1727-1729) foi sua única experiência numa paróquia. Uma carta do pároco de Lincoln trouxe Wesley de volta para suas obrigações em Oxford, onde se juntou a seu irmão Charles, a George Whitefield e outros num empreendimento que se transformou no berço do movimento metodista.
O CLUBE SANTO
Estes jovens sérios causaram sensação em Oxford por se reunirem com freqüência para estudo da Bíblia, comunhão e oração. As pessoas se referiam a eles sarcasticamente como o Clube Santo, Sacramentarianos, morcegos da Bíblia (alimentavam-se da Bíblia como morcegos no pano), fanáticos por Bíblia e Metodistas. João Wesley era chamado o "curador" ou "pai" do Clube Santo.
Charles começou o grupo enquanto João estava fora servindo em Wroote. Ele disse que a palavra Metodista “se aplicava a ele e a seus amigos por causa de sua rigorosa fidelidade para com o método de estudo prescrito pela universidade". João não se importava com o apelido, mas o usava como um distintivo de honra e no primeiro sermão falou de seus companheiros como "os ironizados chamados Metodistas". Mais tarde, em seu Dicionário Inglês, ele definiu Metodista como "aquele que vive de acordo com o método estabelecido na Bíblia".

Em 1º de janeiro de 1733, no meio da controvérsia que circundava os "Metodistas de Oxford", João pregou seu segundo sermão universitário, "A circuncisão do coração". Este sermão ajudou a firmá-lo como um teólogo porque teve aprovação tanto do vice-chanceler como do reitor de Lincoln. Nele Wesley estabeleceu as duas doutrinas básicas da sua posição naquele tempo: a perfeição de Cristo e o testemunho do Espírito (de que somos filhos de Deus - Rom. 8:16).

Embora o tumulto do Metodismo tenha lhe custado à perda de salário, de amigos e de reputação, João Wesley valorizava mais "um coração limpo, um só olho, uma alma cheia de Deus! Uma troca justa, se pela perda da reputação, pudermos comprar o mais baixo grau de pureza do coração!" Em 1735 João e seus irmãos foram chamados ao leito de morte de seu pai. Ali Samuel Wesley disse a João "Testemunho interior, filho, testemunho interior - esta é a prova, a maior prova do Cristianismo".

quinta-feira, 9 de maio de 2013

DECISÕES QUE TRANSFORMAM VIDAS

                         


A Bíblia está repleta de iniciativas e decisões que mudaram a vida de pessoas, países e gerações. Algumas foram complexas - como peregrinar por um deserto, empreender uma guerra ou enfrentar um gigante -, outras foram mais simples - como parar ao longo de um caminho para ajudar um homem caído. Foram, porém, decisões transformadoras.
Erramos ao pensar que as decisões são tomadas com base em nossa vontade. Apesar de a vontade exercer um papel fundamental em nossas vidas, frequentemente ela não se mostra forte o suficiente para nos guiar em uma decisão acertada e transformadora. Quantas vezes tivemos sincera vontade de fazer algo notadamente de grande importância e não o fizemos? Decisões são mais frequentemente tomadas com base em nossos princípios - aquilo que determina o que cremos, que resume o nosso sentido de vida e nos impulsiona a fazer o improvável.
Lucas, no capítulo 10, apresenta-nos quatro personagens distintos na estrada entre Jerusalém e Jericó: um necessitado caído à margem da estrada, um sacerdote, um levita e, por fim, um samaritano. É nesta pequena história que encontramos o reflexo da nossa própria humanidade: virtudes a serem celebradas e o natural engano do coração que nos impede de ver o mundo com os olhos do Pai.
O sacerdote e o levita possuíam uma função para a qual foram chamados. Eram homens separados para o serviço do Reino e ocupados com as coisas do Reino. Possuíam um salário e também um público que esperava que cumprissem suas funções. Eram os homens do culto, das celebrações e das cerimônias religiosas. Estavam, porém, tão absortos no cumprimento da própria agenda que perderam de vista o motivo da vocação. Eles se esqueceram de que pessoas são mais importantes que coisas, que uma alma vale mais que o mundo inteiro.
Em uma sociedade ativista, consumista e hedônica, como a nossa, talvez este seja nosso maior desafio: perceber aqueles que estão caídos, enquanto seguimos apressados para o próximo compromisso. Jesus repetidamente ensinou aos seus discípulos que eles deveriam atentar para os órfãos, viúvas, encarcerados, enfermos, famintos, sedentos, excluídos e perdidos. Jesus, com isso, nos ensinou que devemos ter os olhos abertos para os que se encontram nas margens dos caminhos.
Não caía bem a um samaritano ajudar um judeu, opressor do seu povo. Seria ele visto como um entreguista, um colaborador do inimigo, ou mesmo um bajulador de Israel? Ajudar o inimigo não lhe traria aplausos. O certo é que ele estava disposto a sacrificar sua reputação tomando esta decisão transformadora: parar e ajudar a figura mais improvável.
Facilmente nos impressionamos com histórias, biografias e ministérios que não impressionam a Deus. Isso acontece porque nos comovemos com resultados visíveis, mensuráveis e que geram prestígio, bem como com processos ligados às multidões, holofotes e aplausos.  Parece-me, porém, que no exemplo de Jesus – e do samaritano – o verdadeiro amor do Pai ocorre com frequência em lugares bem menos frequentados. Lugares onde Jesus encontrou um cego próximo a Jericó, uma mulher samaritana ao lado de um poço e um coletor de imposto odiado pelo próprio povo. Deus vê o coração. Talvez estejamos aplaudindo o sacerdote e o levita, que seguiam rápido, provavelmente para um grande culto, mas Deus se agradou do samaritano que parou.
Identidade é um elemento que contribui tremendamente para tomada de decisões diárias. Para aquele samaritano, sua história lhe dizia que aquele caído era seu inimigo e que este dia era o momento da revanche. Mas, parece-me que ele possuía uma imagem real de si mesmo, que ia além da história contada pelos seus pais, sua sociedade, seu sobrenome e seu contexto. Ele agiu como alguém que crê que sua identidade é definida por Deus. Ele não se viu naquele dia como um oponente, mas como um ajudador. Não enxergou o homem caído como um estranho distante, mas como o seu próximo.
Talvez a sua história lhe diga coisas tristes a seu respeito. Talvez seus pais, amigos, inimigos, os fatos da vida ou seu próprio inconsciente colaborem para construir em você uma autoimagem baixa demais, alta demais, ou simplesmente irreal. A Palavra nos diz, porém, que em Cristo temos uma nova identidade. Somos os amados do Pai, herdeiros com Cristo, vencedores em Deus, sal da terra e luz do mundo, criados para a Sua glória, alvos preferenciais do amor do Eterno. Somos mais que samaritanos opressos, somos filhos de Deus que podem ter os olhos abertos para os caídos ao longo do nosso caminho. A oração a ser repetida a cada dia, neste caso, é justamente esta: Senhor, abra os olhos do meu coração.

Por Ronaldo Lidório

quarta-feira, 1 de maio de 2013

MUDANÇAS MOVIMENTAM AD'S NA REGIÃO DO TRAIRÍ

Nas próximas semanas, na região do Trairí, ocorreram algumas nas Assembleias de Deus daquela região. Com a supervisão do Pastor Manoel Xavier, as Igrejas que terão novos obreiros serão: Coronel Ezequiel, Campo Redondo, São Bento do Trairí e Malhada Vermelha. Com a vacância da AD na cidade de Coronel Ezequiel, em virtude do Pastor Flávio haver passado para o Senhor, a Diretoria da IEADERN em consonância com com a supervisão daquele campo eclesiástico, decidiram assim realizar um rodízio na região, e sendo assim, as mudanças ficaram assim:



Pastor Manoel Xavier dos Santos
Supervisor do Campo de Santa Cruz/RN


Pastor Janilson vai de Campo Redondo para Coronel Ezequiel


Pastor Ricardo irá de São Bento do Trairí para Campo Redondo


Pastor Fábio irá de Malhada Vermelha para São Bento do Trairí


Pastor Manoel Xavier assumirá Malhada Vermelha


O calendário de posses está disposto da seguinte forma:

  • 13/05/2013 = Posse em Malhada Vermelha
  • 14/05/2013 = Posse em Coronel Ezequiel
  • 15/05/2013 = Posse em Campo Redondo
  • 16/05/2013 = Posse em São Bento do Trairí